Mastite aguda

Quais os sintomas, tratamentos e como se prevenir

É um processo inflamatório da mama com maior frequência no ciclo gravido-puerperal (gravidez e aleitamento), interferindo, dessa forma, com o período em que a mama exerce sua função de alimentação, proteção e manutenção do bebê. Sua ocorrência, portanto, pode resultar em repercussões socioeconômicas e culturais graves em determinadas populações. A higienização das lesões e das mamas, portanto, torna-se primordial na promoção e continuação do processo de aleitamento materno. Um diagnóstico correto pelo médico, torna-se portanto, primordial, não acarretando maiores consequências a paciente.

A penetração do agente infeccioso (Staphylococcus aureus corresponde a 50% dos casos de mastite aguda puerperal) se faz geralmente por ferimentos produzidos pelo bebê na papila mamária, durante o processo de amamentação. A infecção pode ainda ocorrer na via canicular (ducto mamário), neste caso mais raro, mas também mais grave.

O diagnóstico quase sempre é efetuado em consulta médica através dos dados históricos da paciente assim como através de seu exame físico. Sintomas: dor aguda e intensa em uma das mamas, calor local, vermelhidão, aumento do volume mamário e febre. Em casos mais avançados, podem surgir abcessos, e nestes casos a paciente já irá apresentar uma piora do quadro geral, geralmente com calafrios e quadro séptico (infecção generalizada).

O tratamento consiste no combate a infecção e outras medidas anti-inflamatórias. A suspensão da amamentação não é absolutamente necessária. Quando a mama apresenta lesões importantes a mãe pode seguir amamentando em mama oposta, ou na mama doente, através do uso de protetores de papilas. Em literatura, encontra-se descrito que, o leite mesmo que alterado pela presença de pus e bactérias não parece exercer efeito maléfico.

Quando da presença de abcessos, faz-se necessária a intervenção cirúrgica, que consiste na drenagem ampla, retirada e lavagem exaustiva das cavidades lesionadas. Após a cirurgia, a melhora do estado geral é rápida, e a mama se recupera de forma acelerada.